Archive for agosto, 1998

sempre aos domingos

1998, agosto 27, quinta-feira

ubaldo-ribeiro

RIBEIRO, João Ubaldo. Sempre aos domingos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988. 274 p. 
código da obra: / 869.93 R369s // retirada e devolução na biblioteca: 17-27/08/1998

Sinopse. 42 crônicas de João Ubaldo Ribeiro selecionadas entre outras tantas escritas semanalmente, ao longo de sete anos.

sidarta

1998, agosto 17, segunda-feira

A-10

HESSE, Hermann. Sidarta. 29ª ed. Rio de Janeiro: Record, 1950. 160 p.

código: 12370 / 833 H587s /retirada e devolução na biblioteca: 11-17/08/1998

Foi uma boa introdução à filosofia do oriente…

ps: lembro que comentei com o sidarta, goleiro do time, que estava lendo um livro chamado sidarta.

________________

postagem editada em: 29/12/2018

SINOPSE

“Sidarta é um romance filosófico que exalta a busca pela sabedoria e é inspirado na vida de Siddartha Gautama. fundador do budismo. A narrativa exprime o amor e a sensibilidade de Hermann Hesse. vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1946, pela cultura, religião, crença e filosofia orientais com as quais teve contato desde cedo. Originalmente publicada em 1922. esta obra foi fruto de uma viagem realizada à Índia em 1911. O jovem Sidarta abandona sua casa e sua família à procura de uma vida de contemplação. visando atingir a plenitude espiritual e mantendo-se fiel à sua própria alma.”

LEIA A RESENHA NO GATO LETRADO

tatuagens de nathannaël

1998, agosto 11, terça-feira

SOSSÉLA, Sérgio Rubens, 1942-. Tatuagens de Nathannael. Curitiba: Fundação Cultural de Curitiba, 1981. v. 1.

código: 8279 / 869.91 S715t / data de retirada e devolução na biblioteca: 10-11/08/1998

sossc3a9lla

«câmara cinematográfica
com que filmo meus sonhos

poesia ( i )

meu código decifrador
da linguagem esquecida

poesia ( ii )

o que recolho das andanças
nas praias de ninguém

poesia ( iii )»

SOSSÉLLA. Tatuagens de Nathannaël, p. 11

________________

postagem editada em: 29/12/2018

vale a leitura de «A POESIA DE SÉRGIO RUBENS SOSSÉLLA» dissertação de MARCELO FERNANDO DE LIMA