xlix

[ter] 9 de maio de 2006

DOIS ROMPANTES DE PALAVRAS SOLTAS E UM SONETO DE NERUDA PARA ENCERRAR MEU PRIMEIRO DIA DE CASA NOVA.

A rã salta com suas asas de trigo – quero tua boca como o sopro que imprimo e prosa e verso e certo, como o jasmim e o hortelã que florescem ao sol e à chuva e aos dias – olhos teus, que divinal figura. O bobo por si traz o rir e fico. Na bruma da noite longa, no néctar rubro, na tua boca ébria, no meu juízo maldito, nos poemas de neruda…

A rã salta com suas patas e folhas… Sussurram, diante de meus olhos, os pensamentos que dizem qualquer coisa que não ao insanos desejos. Lamber a mão que toca meu cabelo, distrair-me em teus pêlos, e poréns, e teu corpo, exposto, como um pétala em outra pétala, em carne ferida, em êxtase… mulheres, todas as mulheres
[Desisti deste texto por ora…]

São belos e densos os sonetos que tocam-me o peito, os dentes, os olhos… E o leito, só, da noite longa, quando dia claro, noite longa, aquece-me e me busca como os olhos da moça do outro lado, como os dentes da fera que quer meu corpo, como o peito da virgem que delimito o ângulo e sonho sentir, como o ópio, como o leite, como o sonho espacial – de estrelas, sorrisos, vinho e canções…

E só me entrego aos lapsos de claridade. Aos inevitáveis olhares – únicos, móveis… sono. Uma morna letargia. um passional torpor, um grito alto e longe guardado para um depois…
São belos e azuis os sonetos… Tempestade de ruídos e silêncios.
[pela preguiça de levantar depois de uma noite de vinho]

É HOJE: todo o ontem foi caindo
entre dedos de luz e olhos de sonho,
amanhã chegará com passos verdes:
ninguém detém o rio da aurora.
Ninguém detém o rio de tuas mãos,
os olhos de teu sonho, bem amada,
és tremor do tempo que transcorre
entre luz vertical e sol sombrio

e o céu fecha sobre ti suas asas
levando-te e trazendo-te aos meus braços
com pontual, misteriosa cortesia:

por isto canto ao dia e à lua
ao mar, ao tempo, a todos os planetas,
a tua voz diurna e a tua pele noturna.

neruda, por carlos nejar in cem sonetos de amor

presente de carol. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: