sabrás que no te amo y que te amo

[qui] 28 de junho de 2007

SABERÁS que não te amo e que te amo
posto que de dois modos é a vida,
a palavra é uma asa do silêncio,
o fogo tem uma metade de frio.

Eu te amo paracomeçar a amar-te,
para recomeçar o infinito
e para não deixar de amar-te nunca:
por isso não te amo todavia.

Te amo e não te amo como se tivesse
em minhas mãos as chaves da fortuna
e um incerto destino desditoso

Meu amor te duas vidas para amar-te.
Por isso te amo quando não te amo
e por isso te amo quando te amo.

xliv. neruda, pablo.
cien sonetos de amor

SABRÁS que no te amo y que te amo
puesto que de dos modos es la vida,
la palabra es un ala del silencio,
el fuego tiene una mitad de frío.

Yo te amo para comenzar a amarte,
para recomenzar el infinito
y para no dejar de amarte nunca:
por eso no te amo todavía.

Te amo y no te amo como si tuviera
en mis manos las llaves de la dicha
y un incierto destino desdichado.

Mi amor tiene dos vidas para armarte.
Por eso te amo cuando no te amo
y por eso te amo cuando te amo.

Já contamos hoje..
só que é uma poesia proto-humana, parte-humana, pseudo-humana… Poesia pré-histórica…

E há de vir o tempo em que a poesia não apenas cantará, mas será sentida, vivida, realizada todo o tempo por nós, “quase-humanos”, que enfim seremos humanos. E ser humano é ser poético… Hoje somos quase poesia… E vou lutando, peleando, campeando, trabalhando para que a lavra que sangra da terra seja vida e não morte, seja poesia e não estupidez.
Poeta… te espero neste horizonte, e até lá, vamos arregaçar nossas mangas, calejar nossas mãos e palavras por um mundo humano :
Onde o amor sem posse, sem cor ou credo ou condição social seja possível… Onde amar, seja amar o outro que é parte de nós, e nós como parte do outro (o todo), que já são tantos outros como nós, capazes, proto-humanos… lutadores.

3 Respostas to “sabrás que no te amo y que te amo”

  1. sophie Says:

    Peço desculpa, de só agora vir aqui, mas como poderás verificar no blog, não tenho entrado nele … Não consegui perceber o teu comentário, julgo que algum texto será teu? será? … Estão devidamente identificados como os recebo, ou como os encontro … Por favor, agradecia que te explicasses melhor … Procurei teu e-mail, para te responder por essa via, mas não encontrei … Tens aqui meu e-mail : sophie.c.rod@sapo.pt , poderás escrever e dizer-me o que realmente se passa e o porquê de teu comentário … Ficarei á espera … Parabens pela escrita … É lindo tudo o que escreves …
    Aceita um abraço
    Sophie

    Curtir

  2. Daniel Says:

    Descobri hj por acaso, o seu site.
    Gostei muito!!!Muito mesmo!!!Parabéns!!

    Curtir

  3. pi Says:

    gostei do passado disto aqui.
    que venha um futuro de letras bonitas.
    boni(tas)
    (;
    beijo, pi.

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: