nota explicativa : florestan fernandes

2007, novembro 26, segunda-feira

 

florestan-fernandes-poder-e-contrapoder-na-america-latina-d_nq_np_662246-mlb27013466662_032018-f

«Todos nós somos compelidos a misturar a ciência com ideologia e com política, pois não tememos tornar explícito o que é uma realidade. Essa mistura, que comparece mistificada e oculta nas obras de alta-academia, está nos fatos e está na consciência de todos. Deve, pois, aparecer na reflexão mais ou menos teórica do sociólogo, do historiador ou do intelectual empenhado na criação de um pensamento socialista próprio à América Latina. O que possa haver de científico na produção intelectual do sociólogo, do historiador ou do socialista não é nem ‘degradado’ nem ‘contaminado’ com isso. Ao contrário! Só quando ‘a ciência é poder’ em termos da ordem e de sua defesa passiva ou ativa essa vinculação pode ser escondida ou negada. Os que se preocupam com o poder real dos que recorrem à violência como contraviolência e se aliam com eles não convertem ciência em poder sem deixar clara a vinculação desses três pólos da transformação revolucionária do mundo». Florestan Fernandes. nota explicativa em seu livro Poder e Contrapoder na América Latina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: