Archive for janeiro, 2008

creo que está loca; le doy de masticar una paloma y la enveneno de mi bien

2008, janeiro 31, quinta-feira

Hay hombres que luchan un día
Y son buenos
Hay otros que luchan un año
Y son mejores
Hay quienes luchan muchos años
Y son muy buenos
Pero hay los que luchan toda la vida
Esos son los imprescindibles
Bertolt brech

a superação da propriedade privada é por conseguinte a emancipação completa de todas as propriedades e sentidos humanos..

2008, janeiro 25, sexta-feira

‘tô no estágio interdisciplinar de vivência em fraiburgo. retorno em março. saudações a todos.

“.. A superação da propriedade privada é por conseguinte a emancipação completa de todas as propriedades [.. no sentido de ‘próprio’ e/ou ‘atributos’, ‘qualidades’..] e sentidos humanos; mas ela é esta emancipação exatamente pelo fato de estes sentidos e propriedades terem se tornado humanos, tanto subjetiva quanto objetivamente. O olho se tornou olho humano, assim como o seu objeto se tornou um objeto social, humano, proveniente do homem para o homem. Por conseguinte, imediatamente em sua práxis os sentidos se tornaram teorizadores. Relacionando se com a coisa [em um sentido intermediário entre ‘coisa’, indiferente ao sujeito, neutro; e ‘objeto’, algo que já entrou em relação com o objeto] por amor à coisa, mas a coisa mesma é um comportamento humano objetivo perante si mesma e perante o homem [praticamente só posso me relacionar humanamente com a coisa se a coisa se relaciona humanamente com o homem.] e inversamente.
A necessidade [no sentido de ser uma necessidade imposta pelo imposta pela condição biológica do ser humano, sempre ligada a uma carência e a um desejo correspondente] ou fruição perderam por isso a sua natureza egoísta e a natureza a sua mera utilidade ao ter a utilidade se tornado utilidade humana.
Da mesma maneira os sentidos e a fruição dos outros homens se tornaram a minha própria apropriação. Afora estes órgãos imediatos formam-se por conseguinte órgãos sociais na forma da sociedade, logo, por exemplo, a atividade imediatamente em sociedade com outros etc. se tornou um órgão da minha manifestação de vida e um modo de apropriação da vida humana.”

marx e engels. história. coleção grandes cientistas sociais. org. florestan fernandes. pp. 174. editora atica. 1989.

recebi este antes…

2008, janeiro 24, quinta-feira
antes da viagem, faço uma pelo teu corpo. te descubro dos lençóis e dos segredos. te encontro e te perco, pra poder encontrar de novo, num vai e vem intenso de tua presença, num chega e vai incessante de tua ausência. mas se te vejo num retrato já te sinto perto. ao lado. se te tenho junto com a luz acesa, a janela e os braços abertos fingindo que o mundo é deserto, nada mais importa… te exploro como quem não quer mais nada.
sussurros
sem cessar
sem saber
sussurros
quem liga pro que eles pensam
só sussurro
teu ouvido estremece
sussurro
sobre sua pele
pêlos
pelo seu pensamento

sussurro