sonhos e realidade

[ter] 15 de julho de 2008

vendo-me, espectro, diante do vidro espelhado
nesta noite longa e fria
homem de carne e ossos e sangue vivo
produto histórico de um tempo humano
natureza que vive e morre no espiral movimento

penso na vida e no amor
reverberando conscientemente necessidades
e desafios humanos, tão nossos.

penso em ti, com profundo carinho como a jovem companheira que humilde e corajosamente desafia seu tempo e sua história e assume-se, nesse processo imprescindível de rebelião e ombro a ombro, vamos nesta vida construindo o novo ser a nova consciência a humana relação!

E neste processo diário há cada novo momento é mais forte e vigoroso ao mesmo tempo que terno e contagiante o sentimento desperto pelo teu presente em meu caminho.

e se sou parte do novo
que supera o velho
tens teu brilho e calor
sol e paz
elemento essencial
neste germinal essere
que sou agora e busco ser…
teu poeta
teu amor
teu camarada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: