Archive for setembro, 2008

sobre os filhos e sobre a natureza.

2008, setembro 30, terça-feira

“É difícil defender a vida somente com palavras”.                     (João Cabral de Melo Neto).

nova veneza

2008, setembro 20, sábado

Anotações soltas. Corpo e mente exaustos pela exploração e expropriação capitalista…

Angustiado com os quinhões ermos e tristes destas cidades.

Serenado com o sol pondo-se entre as nuvens diante da Serra… Me senti imenso diante destas muralhas!

E por fim contente pelas conversas com o camarada vlad sobre as cordilheiras e el pueblo colombiano…

Dias diferentes. Saudade.

sentimento do mundo…

2008, setembro 16, terça-feira

topas? de mãos dadas… encarar o mundo!

———–
IMG_0303Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos,
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.
Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.
O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.
( Sentimento do Mundo)