Archive for novembro, 2008

voyage au bout de la nuit [p. 65]

2008, novembro 28, sexta-feira

o peito ensangüentado de verdades

rolo na rua esta cabeça calva e cega

não serve mais ao diabo que a carrega

la vie en close (fragmentos).

LEMINSKI, Paulo. la vie en close (fragmentos) São Paulo: Brasiliense, 1991.

LEMINSKI, Paulo. la vie en close (fragmentos) São Paulo: Brasiliense, 1991.

toda a seriedade, toda leveza, toda coragem, toda nudeza, com intensidade e com delicadeza

2008, novembro 26, quarta-feira

nossos tantos mares futuros, nossos ventos… e essa avassaladora saudade do que ainda não vivi… vou embriagado por Neruda

grita, geme o teu despertar.

2008, novembro 24, segunda-feira

não vejo mais que o relevo de seus pêlos e braços expostos. o cobertor cobre-lhe o corpo. quero tanto o aconchego.

encontro distraído no bolso o bilhete,
com carinho, amor e gotas…
de não sei quando e como te fizeste dentro de mim…

Não posso perder a poesia da hora do teu despertar.
O alarme, o alarme. Hora que não marcamos.
Hora que despertas e deita, exausto.
Grita, geme o teu despertar.
Radiante, goteja.
Sorrio
“.

Paz