As relações de gênero como categoria de análise histórica "ou que diferença da mulher o homem tem¹"

[ter] 28 de abril de 2009

Mi sono svegliato tra le braccia della luce ieri. Felice. Ho camminato per alcuni chilometri in autostop. Felice. Ho pranzato con la pace. Felice. Ho organizzato i miei appunti e poesie. Felice. Parlato e assunse la responsabilità. Felice. Ho organizzato la casa. Felice. Dormito fino a tardi. Felice.

hoje, já havia luz quando acordei, e era (quase) tarde. fiquei com vontade. perdi o ônibus e não ganhei carona. revi uma amiga e conversei sobre a saudade. abri o peito aos camaradas por boa parte desta tarde. fui para a aula (esta, mencionado no título deste tópico, e pensei, antes, em colocar as anotações dela aqui, mas encaminho esta possibilidade para um momento futuro.)… e nesse interim que é vida… descobri que meu peito anda como um rio em época de chuva… correnteza transbordante. Bateu forte o dia todo.

(…)

¹ de Durval Vieira, o autor da canção. Título completo da aula de hoje do tópico especial em história, ditadura militar, repressão e gênero. HST 5914. ufsc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: