Archive for julho, 2009

karnak

2009, julho 30, quinta-feira

O Livro Multicolorido de Karnak é  o Primeiro longa metragem da Marluco Visão.

O Livro Multicolorido de Karnak

O Livro Multicolorido de Karnak

verdura  «« anterior
próximo »» ignorãças
Publicado
30/07/2009 02:07:48
editado:
23/12/2018 15:08

caprichos & relaxos

2009, julho 28, terça-feira
..................... oração de pagé
que eu seja erva raio
no coração dos meus amigos
árvore força
na beira do riacho
pedra na fonte
estrala
.......na borda
---------------do abismo

(Polonaises. In: Caprichos e relaxos) p. 57)

***

Hoje, em meio a minha bagunça enorme, me encontrei com uma obra prima, do polaco mulato curitibano (LEMINSKI, Paulo. Caprichos e relaxos. São Paulo: Brasiliense, 2.ª edição, 1983). E como diz Caetano, com toda a razão… é um barato, esse cara é de um poética genialíssima.

Caprichos & Relaxos

Wordle: últimacapadecaprichos&relaxos.Palavrasdecaetanovelososobrepauloleminski

“Esse livro de poemas é uma maravilha, porque os poemas do Leminski são muito sintéticos, muito concisos, muito rápidos, muito inspirados. Ele é um sujeito gozado. É um personagem muito único, no panorama da curtição de literatura no Brasil. Eu acho um barato. Leminski tem um clima/mistura de concretismo com beatnik. Que é muito legal. “Verdura” é um sonho. É genial. É um haikai da formação cultural brasileira. Dever ser instigante para os poetas do Brasil o aparecimento desses novos poetas todos. Leminski é um dos mais incríveis que apareceram. Caetano Veloso. 1983. em Caprichos & Relaxos.

ou esse koan… A ARTE DO CHÁ [Ainda ontem/ convidei um amigo/ para ficar em silêncio/ comigo// ele veio/ meio a esmo/ praticamente não disse nada/ e ficou por isso mesmo.]

ou…

destino
(Não fosse isso e era menos. Não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 77

 

na (Não fosse isso e era menos. Não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 92 

(Não fosse isso e era menos. Não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 92
cachorro 

(Não fosse isso e era menos. Não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 87
não-fosse 

(Não fosse isso e era menos. não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 64

(Sol-te. In: Caprichos e relaxos) p. 132

(Não fosse isso e era menos. Não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 91
(Não fosse isso e era menos. Não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 91

poema

(Não fosse isso e era menos. Não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 90
(Não fosse isso e era menos. Não fosse tanto e era quase. In: Caprichos e relaxos) p. 90

que-tudo-passe

(Sol-te. In: Caprichos e relaxos) p. 137
(Sol-te. In: Caprichos e relaxos) p. 137

verdura

2009, julho 28, terça-feira
Paulo Leminski

Paulo Leminski

ouça Caetano cantando verdura!

ouça em outras vozes, outros poemas de Leminski!

a flauta vertebrada  «« anterior
próximo »» karnak
Publicado
28/07/2009 21:02
editado:
23/12/2018 15:01