carta de david émile durkheim a marcel israel mauss¹

2009, setembro 16, quarta-feira

edição experimental. número um. dias de ausência e faltas. de leituras outras. de nuvens de chumbo. e entre alguns fragmentos de leitura de hoje, desde o manual de etnografia de marcel mauss; ao da espiral do tempo do ama; até a orientação à criação e funcionamento de grupos estudantis de extensão universitária… encerrei o dia com mais uma aula teoria antropológica pela metade.

e da pesquisa curta, na rede, para ver se encontrava o trecho do texto lido para colar aqui… encontrei, isto², e mais algumas coisas:

“(…) Você tem uma falta total de modéstia. Você não recua diante de nenhuma tarefa; você se crê adequado para todas, mesmo para aquelas para as quais é perfeitamente inadequado” (1906)³.

***

¹ Pensei em chamar este tópico de manual de etnografia, posteriormente em front populaire. Mas o dado, acima, expressa bem, enquanto síntese, para além de Mauss, e do que é evidente… (é! há entrelinhas, sempre!).

² MAUSS, Marcel. Manuel d’ethnographie. 1926.

41cwjdp8q8l._sx301_bo1,204,203,200_

³ DURKHEIM, D. Émile. Carta à Marcel Mauss. 1906. In: FOURNIER, Marcel. Marcel Mauss e a Dádiva de Si. Conferência proferida na 16a reunião nacional da ANPOCS. Caxambu, outubro de 1992.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: