amante amado

2010, fevereiro 1, segunda-feira

hoje ouvi uma fala do carlinhos brown sobre a questão de ter estilo ou não… diversidade. e sobre ser poeta preferia ele ser o vento.

R-3812078-1518775115-6994.jpege ouvindo caetano ouço essa de jorge… e só porque saiu um sorriso aqui nestes dias de chuva lanço para quem quiser ouvir. um pouco de luz para o mundo…

e outro dia escrevo mais.

(…)

“Eu quero que você me pegue / Me abrace e me aperte / Me beije e me ame /  E depois me mande embora / Que eu vou feliz da vida, amor // Quero ser mandado / Machucado / Acariciado / Adorado / E amado por você / E depois pode me mandar embora / Mesmo que sejam quatro horas da amanhã, chovendo / Fazendo frio, amor // E me proibindo de olhar pra outra mulher qualquer / E me proibindo de olhar pra outra mulher qualquer // Pois eu vou feliz da vida, vitorioso / Pois eu sou o seu escravo, amor /  Pois eu sou o seu amante amado, amor // Eu quero que você me pegue / Me abrace e me aperte / Me beije e me ame / Eu quero que você me pegue / Me abrace e me aperte / Me beije e me ame / E depois me mande embora / E depois me mande embora // Pois eu vou feliz da vida e vitorioso / Pois eu sou o seu escravo, amor / Pois eu sou o seu amante amado, amor // Pois eu sou o seu escravo, amor / Pois eu sou o seu amante amado, amor (…)” / Jorge Ben Jor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: