[dom] 23 de janeiro de 2011

VOCÊ ABUSOU /// Você abusou / Tirou partido de mim, abusou / Tirou partido de mim, abusou / Tirou partido de mim, abusou / Mas não faz mal, é tão normal ter desamor / É tão cafona, sofredor que eu já nem sei / Se é meninice ou cafonice o meu amor / Se o quadradismo dos meus versos / Vai de encontro aos intelectos / Que não usam o coração como expressão // Você abusou / Tirou partido de mim, abusou / Tirou partido de mim, abusou / Tirou partido de mim, abusou // Que me perdoem se eu insisto neste tema / Mas não sei fazer poema ou canção / Que fale de outra coisa que não seja o amor / Se o quadradismo dos meus versos / Vai de encontro aos intelectos / Que não usam o coração como expressão // Você abusou / Tirou partido de mim, abusou / Tirou partido de mim, abusou / Tirou partido de mim, abusou // Mas não faz mal, é tão normal ter desamor / É tão cafona, sofredor que eu já nem sei / Se é meninice ou cafonice o meu amor / Se o quadradismo dos meus versos / Vai de encontro aos intelectos / Que não usam o coração como expressão // Você abusou / Tirou partido de mim, abusou / Tirou partido de mim, abusou / Tirou partido de mim, abusou / Antônio Carlos e Jocafi

e chove tanto que já ‘tá na hora de por o meu bloco na rua… para fechar o verão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: