nota inconclusa

2011, janeiro 30, domingo

então… fiquei sem fala. tinha pensando em escrever, isto sábado cedo, um relicário dos planos e feitos… mas tudo que fiz hoje [ou ontem posto que já é domingo] foi sonhar [e planejar] com feitos futuros – e há muita terra para mexer neste terreno. ainda devo uma anotada geral sobre o interim que foi janeiro, esse mês inteiro. mas sei lá… já são duas e pouco e gostaria de levantar logo mais… talvez lá pelas sete da manhã, para variar.

agora pouco percorri algumas fotos e senti uma avalanche percorrer meu corpo. tanta coisa, prazerosa e doída, já vivida por este cá. e é preciso não esquecer disto para não me esconder e assim arriscar… e saber que tenho valor alto. fevereiro aponta com desejos tremendos… de gente, de aventura, de luta, de concretização. e essa semana vou percorrer o caminho da solidão até naufragados, porque sou de oxóssi… em quinze dias pego meu canudo para pendurar na parede e tornar-me oficialmente um professor desempregado… e em um mês volto às aulas de yoga, natação, esquizoanálise, antropologia visual e memoria oral… e até lá muita água vai rolar. ando sentido vontade de foto. ando sentido vontade de beijo. ando sentido vontade danada que não sossego nem quando estou parado… posto que ando sentido!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: