as propriedades organolépticas

[dom] 22 de setembro de 2013

sessão engorda. chuva, aniversário da filha, e letargia no desenvolvimento das coisas… engordei uns cinco quilos. por várias vezes nessa semana cai no pensamento: e se eu morresse agora, ficaria esse monte de trabalho adiado, não feito, que feio. tenho três tarefas para hoje-amanhã (e tempo limite até segunda-feira, 23:55). darei conta, mas fica aquela tensão no estômago, aquele nervosismo – aquela angústia. mas só assim funciono. e sobre o projeto com os alunos (uns dos vários deste ano) amanhã me renderá um dia cheio na feira de ciência e tecnologia da regional da grande fln. e fica aquela sensação… se não fosse esse isolamento tantos projetos eu estaria metido. mas este auto-isolamento é provisório – é proposital. talvez não entendas, e nem eu saiba explicar… mas é uma necessidade este tempo, este momento de submersão e abandono. e chego a conclusão de que as coisas não estão tão ruins como as vezes aparentam… são apenas os dias nublados que modificam a nossa percepção sobre a matéria, alteram a cor… criam cores cinzas.

2 Respostas to “as propriedades organolépticas”

  1. meiri Says:

    morre não 😉

    Curtir

  2. B. Says:

    morro não. apenas hiberno.

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: