?

[ter] 10 de dezembro de 2013

?¿
envia às 3h21. volta e edita, as 14h56.

por que não aceitar [provisoriamente] o cão doente até domingo?
medo ou secura? não há um estrutura [a explicação imediata], mas o que é a estrutura perto da vontade, do peito aberto, do desejo de transformar o mundo… [a contradição ética]?

nenhuma das explicações vai convencer. e a explicação mais fácil e mais sincera talvez seja mesmo aquela que fala do velho hábito de ser só, de estar só… sem sorrisos ou abraços, só a loucura cega. mas nem isto convence. e é de endoidecer porque se sabe o que deve ser feito, e não se faz. não se faz.

o fato é que oscilo e estou confuso demais, num descontentamento só, numa ansiedade absurda… sem rumo, sem seta, sem alvo, sem meta, sem entrar em campo… lambendo minhas feridas e ferindo outros [o que não é nenhuma novidade]. e ponto.

e destes olhares: o que os outros veem em mim eu não consigo.

Uma resposta to “?”

  1. meiri Says:

    ahh a seta e o alvo….

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: