terapia

2014, março 9, domingo

E antes da cama virar e os dias nascerem e noite findar. cá, cansado e submerso num tumulto interior percorro o tempo-espaço e me recordo de Guimarães… o velho guimarães e seus fabricos… sabemos, tu e eu, velho guimarães, nenhum de nós dois… não fomos terminados… apenas afinamos e desafinamos nesta travessia, e é preciso coragem para estar nu no tempo.

e deixo uma canção… que o amanhã será longo.

hqdefault

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: