Archive for setembro, 2017

хорошо!

[sex] 29 de setembro de 2017

CRI_62260

«A arte não é um espelho para refletir o mundo, mas um martelo para forjá-lo»

Vladimir Maiakovsky

el2 (1)***

acordei agora pouco. depois de 3 horas de sono… um cochilo pós janta. tenho médico logo mais… devia estar dormindo agora. mas um tumulto de coisas me abalam.

PENSAR-ME ENQUANTO ARTE. SER TRANSGRESSÃO. NÃO AJOELHAR-ME AO CAPITAL. MANDAR UM FODA-SE… USAR MINHA POESIA E MINHA ENERGIA PARA LIBERTAR-ME.

E NESSA HISTÓRIA DE POESIA/GRITO/NARRATIVA DE RESISTÊNCIA.

Slam Resistência

***

notas avulsas> resumo tedioso da semana alienada… foi tão tensa… que até dora deu roubar chinelo (e coisas que ficam pelo terreno… ela tentado chamar a a atenção… para sair da solidão). e eu me perdi em algum lugar ai nos afazeres, na rotina intensa de dormir pouco, fazer coisas, cuidar de gente… burocracias e demandas externas… esse ultimo mês mais ou menos assim. cheio. eu dando um jeito da minha vida caótica. cuidando de filha, mãe… de mim mesmo.

notas avulsas>

AGIT-PROP: O LUGAR GEOMÉTRICO DAS VANGUARDAS POLÍTICAS E ARTÍSTICAS

atualizando> dossiemayakovski/

orient

[sáb] 23 de setembro de 2017

hoje, depois de 12 anos e uns 3 meses e pouco… usei novamente um relógio (um que tem mais do que a minha idade). o orient de meu avô. para testar como fica no pulso… já que amanhã, farei um freela… e é preciso usar relógio de pulso. e esse é o único relógio de pulso da casa.

hoje, com meu pai, compramos coisas para casa… até o final do ano a obra estará pronta.

hoje, acompanhando minha mãe para o trabalho dela, tomando mate e levando a dora para passear… escorreguei num pedregulho, cai e e queimei o ombro. queimadura leve…

e ontem… deu tudo certo com minha mãezinha. agora é aguardar o resultado da biópsia.

lista de coisas: cartão-vacina de dora? palestras e rodas de conversa na escola? fechar notas e diários das duas escolas? limpar casa? limpar quintal?

midvb

[qui] 21 de setembro de 2017

enfim é quinta-feira. dia de relaxar um cadinho. repor as forças. semana intensa e pesada. mas as coisas seguem caminhando… algum fluxo.

conversei. conversar é bom. seus medos parecem que vão se diluindo… e se nada der certo, a gente inventa

ontem, foi dia cheio. audiência de conciliação. minha filha legalmente nasceu ali. e de midv foi para MIDVB.

ontem foi dia de minha filha. amanhã é dia de minha mãe.

a coragem sua redobra e tresdobra, que até espanta

[seg] 18 de setembro de 2017

quase tive um surto de pânico hoje pela manhã.

respirar fundo. mentalizar… falar, mesmo que sozinho. você é um homem adulto, com saúde, com capacidade de trabalhar e pagar suas dívidas. tudo vai dar certo.

*

ontem pensava: estabelecer compromissos (me deixam em pânico). aquela mania de fugir.

*

recebi um comentário nessa postagem, hoje,

«O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem.»

«Alguém estiver com medo, por exemplo, próximo, o medo dele quer logo passar para o senhor; mas, se o senhor firme aguentar de não temer, de jeito nenhum, a coragem sua redobra e tresdobra, que até espanta.» (p. 416)

«O senhor sabe o que o silêncio é? É a gente mesmo, demais.» (p. 458)

«Tu não acha que todo mundo é dôido? Que um só deixa de dôido ser é em horas de sentir a completa coragem ou o amor? Ou em horas em que consegue rezar?» (p. 603)

 

tetração

[dom] 17 de setembro de 2017
e no fim… não era nada disso, essas coisas abaixo, mas as escrevi e são algumas linhas. e ao cabo de escrevê-las, se me sinto melhor? não. há um aperto no peito. um desconforto.

nada claro. há um desconforto, mas não sei exatamente como ordená-lo.

#1 estresse com a mãe de minha filha. quarta-feira tem audiência de conciliação. alguns anos atrás entrei com um pedido de inclusão de paternidade. e a figura, toda enrolada, está pensando em não ir na audiência. eu fico pensando… que porra de karma é esse. minha filha é uma das coisas mais importantes que ocorreram na minha vida, a presença dela, me fez sofrer muito, reorganizar planos, reestruturar uma vida, mas me fez crescer muito. sou um cara melhor, sendo pai. mas a mãe dela… é um peso.

#2 fiz um empréstimo… atrelado ao desconto em folha, mas para um salário de 40 horas. não é garantido que eu tenha 40 horas ano que vem. no sábado acordei estressado, tive um pesadelo. que puta sufoco… pelo próximo 5 anos sou obrigado a trabalhar 40 horas. e segurança é tudo que não tenho sendo funcionário público.

#3 na semana passada um maluco na minha aula resolver fechar uma baseado em sala. tive que tirar ele de sala… na sexta-feira, ouvi coisas que não gostei, fiquei mordido. preciso mentalizar coisas positivas para não perder o controle. não sou pago para certas coisas…

#4 bimestre acabando e preciso fechar as notas e digitar tudo no professor online… venho adiando tudo faz quase um mês. não dá para enrolar. tenho que resolver tudo hoje. mas a vontade que tenho é sumir.

#5 minha gata velha, a princesa, que vivia conosco desde 2006, sumiu faz 4 dias. tomara que nada tenha acontecido com ela, mas com a quantidade de cães pela rua, e pelo estado avançado dela… e pela demora em retornar… ela ia longe, mas sempre voltava toda noite. tenho medo que coisas ruins tenham acontecido com ela.

#6 vou começar a reforma na casa… finalizar a casa… certa ansiedade.

#7 meu dente tem me incomodado por estes dias.

#8 minha barriga está enorme. me pesei quinta-feira passada e estava com 108,800 kg. preciso perder 18 quilos.

#9 minha unha ainda está encravada. preciso marcar podólogo.

#10 preciso marcar médico, dentista… perdi o prazo do concurso. andei com uma vontade danada de chorar. apenas comi. e ai… tudo para dar certo e eu perdido em mim mesmo.

ps.: hoje izabel faz 13 anos. há 7 anos temos convido diariamente – é bonito ver nela alguns detalhes meus, é bonito tê-la como amiga. e já não me incomoda ver nela detalhes da mãe dela – mas se eu pudesse não precisar entrar em contato com a mãe dela, seria bem mais saudável para todo mundo. nessa próxima semana saberemos quanto tempo demorará para eu poder formalmente e legalmente chamá-la de filha.

ps2: «Em matemática, Tetração (também conhecida como hiper-4) é uma exponencial iterada»

ps3.: preciso ouvir mais músicas. preciso ver os filmes:

Uma Mulher Fantástica. Direção: Sebastián Lelio
Seven Up! Direção: Michael Apted, Paul Almond

oltrepassare la porta

[sex] 15 de setembro de 2017

das desventuras da manhã> desde terça-feira sem sair com dora. antes disso estava desde sábado sem sair com dora. havia terceirizado para minha sobrinha. já que a minha filha… empolgou-se só nos primeiros dias e depois, perdeu interesse. mas, voltando… dora gosta de passear. e hoje, agregamos a sorvete. primeira vez que ela, a sorvete, depois de quase morrer atacada pelo cão, se arrisca… saiu miando alto, dizendo… espera… vou junto nessa aventura… e lá vinha ela, meio andando, meio se escondendo no meio do mato… e eis que o vizinho acena lá de baixo e resolveu passear também… com seus dois cães, morro acima. do encontro entre os cães (dora, godzilla e a border collie que ignoro o nome) deu tudo certo, dora na coleira até ficou de boa. mas a gata deu problema… demorei-me mais do que imaginava.

das obrigações> datas registradas no sistema. algumas avaliações de algumas turmas finalizadas em parte. intensivo de recuperação em modo ativo. sair daqui e ir corrigir nota o dia inteiro.

e de ontem> encontrei diego (por acaso, na fila do banco…). quase uma década já, outro dia ele havia me enviado um email… relembrando a época de zine, poesia. precisamos marcar umas brejas. outubro quem sabe. e a quinta-feira, da minha folga da manhã, perdi-a em filas de bancos. mas deu certo… agora é só começar a obra em casa, e passar os próximos 5 anos trabalhando como uma alucinado para pagar as contas.

e para registro do papo de ontem após a aula, com o outro diego, segundo professor/interprete… Temple Grandin: oltrepassare la porta

isto fica feliz em ser útil

[qua] 13 de setembro de 2017

ao acordar cedo… o homem bicentenário. 

«01:58:57,412 –> 01:59:03,503
Como pode ver, presidente,
não sou mais imortal.
01:59:05,380 –> 01:59:07,966
Tomou providências para morrer?
01:59:08,175 –> 01:59:10,678
De certa forma, sim.
01:59:11,804 –> 01:59:15,433
Estou envelhecendo,
e meu corpo…
01:59:15,642 –> 01:59:17,978
…está se deteriorando.
01:59:18,186 –> 01:59:23,860
Como o de vocês,
vai parar de funcionar.
01:59:25,570 –> 01:59:30,534
Na condição de robô,
poderia ter vivido para sempre.
01:59:32,119 –> 01:59:38,001
Mas digo a todos vocês que
prefiro morrer como homem..
01:59:38,210 –> 01:59:42,548
…a viver eternamente
como máquina.
01:59:45,635 –> 01:59:48,472
Por que quer fazer isso?
01:59:49,598 –> 01:59:52,018
Para ser reconhecido…
01:59:52,226 –> 01:59:55,313
…por quem sou e pelo que sou…
01:59:55,522 –> 01:59:58,942
…nada mais, nada menos.
01:59:59,109 –> 02:00:02,196
Não é por fama
nem aprovação…
02:00:03,239 –> 02:00:07,035
…mas pela simples verdade
de tal reconhecimento.
02:00:07,244 –> 02:00:11,373
Foi o impulso elementar
de minha existência.
02:00:11,582 –> 02:00:15,461
Devo alcançar isso vivendo…
02:00:15,670 –> 02:00:19,007
…ou morrendo com dignidade.»

e não são nem cinco horas da manhã.

e antes das seis eu viro uma máquina… corrigir… corrigir… manhã alternada entre aulas e avaliações. corrigir… recuperar o não produzido.

tarde… aulas e avaliações. e o estresse do louco que resolve fechar uma baseado na minha aula… que merda.

noite… aulas e avaliações. ufa. fechou.

***

«Actum nihil dicitur cum aliquid superest ad agendum – Nada se diz “feito” quando resta alguma coisa a se fazer.»

o nativo relativo

[seg] 11 de setembro de 2017

«A ideia antropológica de cultura coloca o antropólogo em posição de igualdade com o nativo, ao implicar que todo conhecimento antropológico de outra cultura é culturalmente mediado. Tal igualdade é, porém, em primeira instância, simplesmente empírica ou de fato: ela diz respeito à condição cultural comum (no sentido de genérica) do antropólogo e do nativo. A relação diferencial do antropólogo e o nativo com suas culturas respectivas, e portanto com suas culturas recíprocas, é de tal ordem que a igualdade de fato não implica uma igualdade de direito ¾ uma igualdade no plano do conhecimento. O antropólogo tem usualmente uma vantagem epistemológica sobre o nativo. O discurso do primeiro não se acha situado no mesmo plano que o discurso do segundo: o sentido que o antropólogo estabelece depende do sentido nativo, mas é ele quem detém o sentido desse sentido ¾ ele quem explica e interpreta, traduz e introduz, textualiza e contextualiza, justifica e significa esse sentido. A matriz relacional do discurso antropológico é hilemórfica: o sentido do antropólogo é forma; o do nativo, matéria. O discurso do nativo não detém o sentido de seu próprio sentido. De fato, como diria Geertz, somos todos nativos; mas de direito, uns sempre são mais nativos que outros.» (excerto, do texto ‘o nativo relativo‘ de eduardo viveiros de castro).

 

***

estou lendo também:

images (1)

***

ps: não fiz nada hoje. tempo corre… parar tudo agora e ir corrigir trabalhos dos terceiros anos. pra ontem.

 

da trilha do morro do rapa ao sol vermelho

[dom] 10 de setembro de 2017

acorda cedo. prepara… corre para não perder o busão. espera no 10 minutos no terminal 1, pega busão…. espera meia hora no terminal 2. pega busão… chega. mirante da brava. 10h30. sem fôlego no início… pista de parapente… acelera para não cair no meio dos turistas/trilheiros… 1300 metros… toma trilha lateral… desce. chega na ponta do bota. espeta-se todo nos gravatá. rochedo altíssimo. visual incrível. volta.. subida tensa… trilha do morro do rapa… avança, rochedo de rapel, incrível…. desce, pedra do golfinho, sensação de liberdade, ponto extremo norte da ilha – para e contempla, escala o costão, relaxa… acompanha a força do mar. retoma a trilha… avança… faltam 300 metros. lagoinha do norte. trilhas da ponta do rapa/da ponta do bota feitas (3,5 km) 12h45. caminha… até ponta das canas… 1,8 km…. se eu soubesse… bar fechado… caminha mais um pouco… se eu soubesse… mais 1,8 km e volta para o mesmo. para tudo e toma umas brecha. fica de boas… celular perdido… faz mais uma volta de 1,8km para ver se acha o celular… nada… faz mais 1 km e espera o busão. 17h00… dia voou. volta…. fim do dia bonito, sol vermelho. terminal 1. uma espera de 10 minutos. busão… terminal 2… próximo só daqui a 40 min… caminha… 3,3 km…. noite… chega em casa. ótimo dia. fora a noia de ficar andando em círculos… foi um dia especial e muito bacana.

exaustão. 14km andados… 11h fora de casa. conheci o ponto extremo norte da ilha. mais duas trilhas feitas e algumas estorias para rir no futuro. ótimo dia.

rapa

twilight struggle

[sáb] 9 de setembro de 2017

21105829_10155631260632354_6598904827607693041_n

 

enfim… duas parcerias e aprendi a engenharia básica.

fundamental foi o vídeo twilight struggle: on session do canal meeple maniacs.

é divertido.

 

e amanhã. é dia de trilha.

 

%d blogueiros gostam disto: