Archive for novembro, 2017

mas um punhado de folhas sagradas pra me curar, pra me afastar de todo mal

[qui] 30 de novembro de 2017

coisas da manhã

café da manhã com a filha (música, pão, mel e café preto). orientação na elaboração do trabalho escolar. e um cadinho de músicas…

Tanta volta pra a nenhuma resposta

Nenhuma resposta
Mas um punhado de folhas sagradas
Pra me curar, pra me afastar de todo mal

Para-raio, beti branco, assa peixe
Abre caminho, patchuli

e plantas:

Pára-raio (Igí Mésàn). 

Nomes Populares: Santa-Bárbara, Árvore-do-paraíso, Cinamomo, Amargoseira, Jasmim-de-calena.
Nome Científico: Mella azedarach L., Mellaceae
Orixá: Oiá.
 
Bétis-Branco (Ewé Boyí Funfun)
Nomes Populares:  Pimenta-Macaco, Bétis-Branco Nome Científico:  Piper Rivinoides Kunth.
Orixá: Iemonjá, Oxalá e todos os orixás fun fun.
 
Assa Peixe
Nome Científico:  Vernonia polysphaera
Orixás: Oxóssi e Oxum
Abre Caminho (EWÉ LOROGÚN)
Nome Popular: Abre Caminho
Nome Científico: Lygodium volubile
Orixás: Ogum
Patchouli
Orixás: Exú e Oxum
Nome científico: Pogostemon cablin
Nomes Populares:  Patchouli, patchouly, pachouli, pachuli, patechuli, patexulí ou ainda oriza no Brasil,
 

tanta volta pra nenhuma resposta

[qua] 29 de novembro de 2017

antes de dormir…

«Foi em uma quarta-feira / Saí pra te procurar / Andei a cidade inteira / Mas, cadê você? / Cadê você? / A cidade é grande / As pessoas muitas / E eu por aí / Sem te encontrar / Vou pedir a oxalá / Oxalá quem guia / Oxalá quem te mandou / Tanta volta pra nenhuma resposta / Tanta volta pra nenhuma resposta / Tanta volta pra nenhuma resposta / Tanta volta pra nenhuma resposta / Nenhuma resposta / Mas um punhado de folhas sagradas / Pra me curar, pra me afastar de todo mal / Para-raio, bete branca, assa peixe / Abre caminho, patchuli »

após acordar… ops… antes de ir dormir, ainda…

 

e após acordar… muita correria… dia longo. mas dia de muitos encontros… de muito aprendizado. obrigado solange e dr. ribeiro, uma aula de negritude.

 Nenhuma resposta / Mas um punhado de folhas sagradas / Pra me curar, pra me afastar de todo mal.

eles não vão vencer!

[ter] 28 de novembro de 2017

se segunda estava up, faceiro, cantarolando… por ter dado um foda-se e, às cegas, decidir jogando no lixo dez horas, devido a remoção, mas também por ter acordado cedo e ter dado conta de ter lançado as turmas 108, 109, 110, 111, 112, 113, 301, 302 e 303. faltando apenas as turmas 115 e 116 de uma escola… encontrei e conversei com colegas queridos… e a noite fechou de boa, encerrando com um bate-papo leve com minha filha e minha mãe, e uns goles de vinho.

mas hoje, foi bem diferente… demorei para acordar, meio cansado… não consegui terminar nenhum turma direito… estava disperso… digitei apenas uma turma. estive cansado o dia inteiro… senti até aquela sensação… pô, amanhã já tem três turnos novamente e parece que foi ontem que tive aula com uma turma. uma semana que escorreu e eu não sai do lugar. e para fechar a noite… talvez tenha problemas… o sistema está acusando que não posso ter as turmas que tenho.

dica, beber menos. não concentrar tudo… tu cansa fácil. repartir tudo em pequenas frações. hoje senti alguma coisa entre a tristeza e a solidão, o desejo seco de ter alguém aqui… eu queria fugir. vontade de chorar…

que bosta.

mas antes de ir… acho essa música «flutua» uma puta d’uma música, fodástica.

 

zero

[seg] 27 de novembro de 2017

A gente fica mordido, não fica? / Dente, lábio, teu jeito de olhar / Me lembro do beijo em teu pescoço / Do meu toque grosso, com medo de te transpassar // A gente fica mordido, não fica? / Dente, lábio, teu jeito de olhar / Me lembro do beijo em teu pescoço / Do meu toque grosso, com medo de te transpassar / E transpassei // A gente fica mordido, não fica? / Dente, lábio, teu jeito de olhar / Me lembro do beijo em teu pescoço / Do meu toque grosso, com medo de te transpassar / E transpassei // Peguei até o que era mais normal de nós / E coube tudo na malinha de mão do meu coração / Peguei até o que era mais normal de nós / E coube tudo na malinha de mão do meu coração // Deixa eu bagunçar você, deixa eu bagunçar você… Composição: Liniker Barros

cantei pra todo mundo, a primeira frase… só uma pessoa me retornou. o mundo tem salvação… o negócio lindo demais.

olhos coloridos

[sáb] 25 de novembro de 2017
Você ri da minha roupa
Você ri do meu cabelo
Você ri da minha pele
Você ri do meu sorriso
A verdade é que você
Tem sangue crioulo
Tem cabelo duro
Sarará crioulo
Sarará crioulo (sarará crioulo)
Sarará crioulo (sarará crioulo)
Sarará crioulo (sarará crioulo)
Sarará crioulo (sarará crioulo)
Compositor: Osvaldo Costa

23843070_10215061187262572_4771061945198741759_n no suporte, no sábado que coroou a I semana da consciência negra na escola. lindo dia… sentirei falta, caso eu não retorne no próximo ano. compensou a angustia de sexta-feira.

remoção

[sex] 24 de novembro de 2017

olheiras monstro. semana de seminários e fechamento de notas… e dia de inscrever-se no concurso de remoção… correria. e no mais… ?

tempo bom… que não volta nunca mais.

[ter] 21 de novembro de 2017

notas avulsas da manhã.

  • na playlist a trilha sonora de ontem
  • arrumando a bagunça no registro das aulas (salvo pelo que foi registrado no keepgoogle).
  • meta do dia… por prof online em dia.
  • baixando todas as fotos subidas para o flick. processo de migração para o googlefotos

notas da tarde

  • me enrolo…
  • dora traumatizou (desde sexta-feira)… há um trecho da passagem (o inicio da rampa) que ela evita de toda forma, e inventa os meios mais diversos para circular pelo terreno… não sei se foi a gata que andou batendo nela, ou se foram aqueles dias de chuva e trovoadas e relâmpagos… ou se foi outra coisa… mas o certo é que vai demorar um tempo até ela voltar a correr de forma insana e faceira quando eu chego em casa… estamos em processo de reabilitação… treinando ela para passar pelo local que ela evita de toda maneira.
  • não pus o profonline em dia.

notas da noite

  • duas aulas.
  • passei poesias, músicas e vídeos no intervalo
  • na quarta aula fiquei no refeitório mesmo… projetando na parede. (acústica horrível)
  • ainda há dois rascunhos dos dias anteriores esperando registro.

 

 

 

emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds

[seg] 20 de novembro de 2017

20/11

O CANTO DOS ESCRAVOS – Clementina de Jesus, Doca, Geraldo Filme

Clementina de Jesus – Fui pedir às Almas Santas

Clementina de Jesus – Cangoma me chamou

Capítulo 4 Versículo 3 – Racionais Mcs

Miriam Makeba – Pata Pata

Ain’t Got No, I Got Life – Nina Simone

Emicida Feat: Rael – Obrigado, Darcy! (O Brasil que vai além)

metá metá – ora iê iê ô

Atotô – Kiko Dinucci & Juçara Marçal

Kiko Dinucci e Juçara Marçal – Machado de Xangô

Iansã – Maria Bethânia

Rappin’ Hood – Sou Negrão part. Leci Brandão

Thaide e DJ Hum – Sr. Tempo Bom

Rincon Sapiência – Ponta de Lança (Verso Livre)

Criolo – Sucrilhos

Nina Simone – Mississippi Goddam

recuerda

[dom] 19 de novembro de 2017

Da manhã:

Recuerda
(Tesis)


que piensas que a los hombres
hay que juzgarlos por lo que hacen
y no por lo que dicen
piensas bien
pero
recuerda
que hay algunos hombres
que lo que hacen
es decir QUÉ HACER.

Roque Dalton

Da tarde:

Da noite:

malvavisco

[qui] 16 de novembro de 2017

ok, estou ansioso, com tudo isto… com o final do ano letivo, do bimestre… dessa obra, dos projetos em que me meti…

e mais um dia que não pus as coisas do profonline em dia… e as coisas se acumulam… mas em compensação, fiz uma limpeza (poda) grande nos malvaviscos (hibisco colibri) da vizinha que invadiam a lateral do terreno. e plantei umas plantinhas…

coisas por fazer: rematricula da filha. enviar tema pelo email ao grupo de alunos. organizar as aulas de hoje. arrumar a cama e por roupas ao sol. enfim…

transfererir fotos do flickr para o google photos.

e lá sigo eu arrumando trocentas coisas por fazer para não fazer o que tenho/devo fazer pra ontem.

 

11h25. fiz quase nada disso acima…

citações/notas aleatórias

«As areias finas da praia do Pântano do Sul, formadas por grãos de quartzo, ao serem varridas pelo constante vento, abrem espaço para uma camada mais inferior, rica em óxido de titanio, colorindo o chão com manchas escuras (ROHR, 1977).»

ROHR, J. A. Sítios arqueológicos de Santa Catarina. Anais do Museu de Antropologia da Universidade Federal de Santa Catarina, n. 17. Florianópolis: Imprensa Universitária, 1984.

***

matei a tarde. faltei deliberadamente.

mas fui pela noite. com direito a caminha na orla… lista de exercício pra todo mundo dos segundos, e apresentações para os primeiros… com direto a debates acalorados… e comprei mangas, mamão, morangos, maçãs, laranjas e bananas. tomei um banho de chuva.

estou cansado.

e fiz dois rascunhos/poemas…

%d blogueiros gostam disto: