a função do gozo na sua economia psíquica

[ter] 8 de maio de 2018
isto aqui está parecendo uma coleção de frases
**
no meio de um sonho, um telefonema, acordei. ainda em meio aquela bruma que oniricamente misturava-me em imagens e sensações [que remetem ao último seriado que vi] de campos e montanhas, com frio, geada, casa familiar [de pessoas consideradas como parentes de quarto grau], e saltos de bicicleta. Acordei ali, a um passo de saltar montanha abaixo.
e sabe aquela sensação que se você tivesse aguardado mais um instante… pelo trem que passaria, ele teria passado realmente e você estaria nele. mas em tua ânsia… você se foi, caminhou muito. e ele vai passando por você, sem poderes parar.
mas certos caminhos… e certo caminhar é necessário, e por vezes é até bonito, noutras tudo é devastador… mas, enfim, é necessário, seguir.
***
do mundo real, ligaram avisando que a minha cirurgia foi agendada. amanhã. passar no posto para pegar a requisição.
***

Como a histeria se manifesta no homem, vídeo de Christian Dunker
Personalidade borderline, vídeo de Christian Dunker
A economia de gozo e a constituição do sujeito, artigo de Isabela Santoro Campanário e Jeferson Machado Pinto
A perversão comum: viver juntos sem outro, resenha de William José Batista
Goze! Notas sobre a Nova Economia Psíquica, ensaio de Urias Arantes

abaixo uma citação deste texto:
«Para Melman, o patriarcado (transmissão com a castração) e o matriarcado (transmissão sem a castração) são estruturas numa relação dialética: o enfraquecimento da primeira exige que a atenção se volte para a segunda, o funcionamento e os efeitos de uma esclarece os efeitos e o funcionamento da outra. Com a erosão da figura do pai, “promotor do desejo,” (MELMAN, 2002, p. 26) é um mundo inteiro que desmorona: o recalque e o desejo cedem lugar ao gozo e à perversão, a representação à presentação ; intervém a abolição da diferença dos sexos, a predominância de práticas sem autoridade fundadora; a política não tem mais sentido e cede lugar à gestão. Novas formas de sociabilidade horizontal se desenvolvem. É a grande liberação, o que significa que o pensamento se esteriliza, posto que pensar só é possível para um sujeito dividido. Abrem-se as portas do “fascismo voluntário” (MELMAN, 2002, p. 46). A psicanálise nada pode fazer diretamente, mas apenas mostrá-lo, fazê-lo aparecer (MELMAN, 2002, p. 44), o que quer dizer, clinicamente, “fazer existir (….) esse lugar vazio que permite ao sujeito organizar sua palavra, sem o qual ela torna-se incoerente, o que é seu sofrimento” (MELMAN, 2002, p. 221)»

***
notas aleatórias do conselho de classe
de ontem:

«’hackearam’ a cabeça do menino»

«parece um ser paralelo»

«a comida é pouca. mas é o contrato. o contrato é mesquinho – e adendo, o capital é mesquinho, e que garanta-se o lucro da corporação»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: