a carta de um desconhecido

2018, dezembro 27, quinta-feira

é hora de acordar rapaz…

giphy.gif

hoje foi dia de sol. de conversar com izabel, de rolar na grama com dora¹, de mexer no quintal, de plantar ora-pro-nóbis, de matear com meu pai e minha mãe no final do dia, de almoçar lá pelas 20h30. de cortar grama e caçar caracois… de mexer o esqueleto, para ver se essa minha alergia diminui… e há alguma alegria.

e espiritualmente me preparar… porque amanhã será dia de sair… para comprar yerba y remedios… talvez eu convide izabel para uma trilha… talvez eu compre um ukelele (é, eu sei… o governo não depositou o salário do mês, salário esse que já está todo comprometido… ‘tá tenso ficar no aperto.)

ou talvez eu só pode alguns galhos de árvores (isso eu decidi hoje), talvez eu faça uma lista de inventário (do bom e do ruim) do último ano e uma lista de compromissos para comigo…

tenho pensado nisso… nessa coisa de sonhar e querer ser mais livre. chega de só ficar sofrendo (why is he death-dealing?).

um inventário tipo:

  • registro da filha avançou
  • já paguei um ano do financiamento
  • na escola nova tenho garantido no mínimo 30 horas.
  • reforma da casa avançando (com direito a quarto pra filha…
  • 2019 minha filha terá duas casas… e pela primeira vez na vida poderei dividir o mesmo teto com ela… pela primeira vez na vida a minha casa será a casa de minha filha e vice-versa… minha filha nasceu adolescente.
  • porque depois de 8 anos… meu pai pediu a casa de volta para o primeiro trimeste de 2019. é, não precisarei mais dividir o terreno com a mãe de minha filha. confesso que isto sempre foi uma zona de desconforto pra mim (pela situações que a presença dela provocava no ambiente familiar, já que somos uma comunidade, a dificuldade e o aprendizado em lidar com ela, as cobranças e, sobretudo, por depender dos meus pais – a casa cedida por eles para minha filha morar com a mãe dela)… mas era a única forma de ter o contato com minha filha cotidianamente… para no conhecermos, para aprendermos essa coisa de ser pai e filha.
  • eu voltei pra universidade, surtei, desisti, mas voltei… e já vou para a terceira fase (validei algumas da graduação anterior).
  • não arrumei a bike… adiei a revisão o ano inteiro e pedalei quase nada, apenas alguns quilometros dentro de casa…
  • desenvolvi uma alergia crônica em torno do nariz…
  • surtei algumas vezes por estar morando na casa de minha mãe… por não dar conta do trabalho+faculdade, por não ganhar o suficiente, por depender do auxílio de meu pai… por viver toda essa situação… mas estou sobrevivendo…

(algo do tipo, pra lista de metas)

  • criar momentos saudáveis e menos estressantes pra mim e pra ela..
  • sair mais (cinema, praia, trilha)
  • colocar a bike para funcionar…
  • ler mais
  • me organizar para pagar aula de dança pra izabel
  • viajar?!
  • parar de ter medo e
  • não querer mais morrer…

_______________________________________________________

o dia foi longo…

mas ainda sobrou tempo para escrever e ver algumas coisas

revi, ao acaso, isto aqui: O Que São Rimas Visuais?² e a trilha de fundo dessa postagem é

Chico César – Estado de Poesia (2015)

 

____________________________________________________________

¹dora, a cã. que hoje eu encasquetei de ficar chamando de dora milaje, só pelo som, sem fazer ligação com as personagens do pantera negra, que na hora, eu confesso, eu não lembrei de onde eu tinha tirado aquele som… o som saiu…e pela beleza, fiquei a repetir o dia inteiro… era dora milaje pra cá, dora milaje pra lá… e não sei porque, mas dora, hoje foi dora milaje. e me faz bem esse cão, como eu gosto dessa cã.)

² http://www.focorevistadecinema.com.br/FOCO1/benard-carta.htm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: