tuzé

2019, janeiro 11, sexta-feira

hoje conheci um cara chamado Tuzé. cada coisa, uma mais linda que outra.

Ó, lua bela / Vista assim pela janela / Sobre as luzes da cidade / De beleza paralela / E entre elas um rapaz pretensioso / Namorando lua e terra / Num triângulo amoroso / Lua beija o mar escuro / A água iluminando / Da cidade as luzes dizem / Onde, quê e quando / Alto do arranha-céu / Meio meio do caminho / Serenata prateada pra quem está sozinho… // composição: Tuzé de Abreu

e para registro do cotidiano, do cansaço diário, mas também da alegria de estar em casa. depois de três dias de faxinação para deixar a casa da mãe tal qual eu entrei ano passado, arrumadinha… hoje foi o primeiro dia que pude parar e tomar um mate, pelo fim da tarde. entretanto, hoje foi dia de arrumação em minha casa… fiz lista de tarefas para as coisas da casa, pois há milhões de pequenas coisas por fazer… hoje já há fogão e gás, chuveiro, roupa na arara… e para amanhã a lista trás: estante, organização etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: