mel de leão

2019, fevereiro 26, terça-feira

agora, antes das oito da manhã e já extrapolei todos os limites do bom senso e do aceitável. por um descuido, por um lapso. eu sou o lapso. relapso.

*

agora, depois das sete da noite, e buscando mais na memória sobre o mito de sansão, das estórias de infância, das narrativas de minha mãe e de minhas leituras, pois meu primeiro livro, foi uma bíblia sagrada – edição palavra viva, da editora stampley ent., nihil obstat frei alcino costa, belíssima edição com a capa da cruz dourada, traduzidas pelos missionários capuchinhos de lisboa, repleta de ilustrações e reproduções de quadros clássicos de salvador dali, lucas van valckenborgh, jean-baptiste-camille corotrembrandt, gerbrand van den eckhoutdomenico feti, laurent de la hyrebriton rivière, pieter de grebber, giovanni battista piazzetta, peter paul rubens, jan victors, bernardo cavallino, jean pynas, carl bloch, alessandro turchi, andrea schiavone, entre inúmeros outros; que ganhei no dia 30 de junho de 1985, como anotado na folha de rosto, pela letra de meu pai.

download (2)encontrei essa indicação de leitura: Mel de Leão – O Mito de Sansão, livro de David Grossman

***

na trilha de fundo:

Sulamericano (BaianaSystem · Manu Chao); Salve (BaianaSystem · BNegão · Antonio Carlos & Jocafi)

Éterea (Criolo)

***

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: