Archive for the 'Arte Visual' Category

uhrpflanzen… mind’s mirror

2018, dezembro 17, segunda-feira

paulkleeuhrpflanzen_small

Uhrpflanzen, de Paul Klee

acordei pela manhã, mas voltei a dormir. meu corpo pedia cama, mais cama (esse universo que permite saltar no tempo). e a contagem regressiva começou… menos de doze horas para finalizar tudo. eu e o papel, eu e os papéis… mas antes de começar qualquer coisa… eu sou um personagem, e essa história é sobre a imagem da verdade, e sobre os olhos incompreensíveis de quem me olha, e de como olho o tempo, e os corpos no tempo… e como as imagens vão se sobrepondo, no limite… será que acredito no que você vê? o que há além de você?

tudo é sobre o limite, esse coisa presente.

colagens, imagens sobre imagens. pele sobre pele.

*

Documentário de Adriana L. Dutra

Wislawa Szymborska, no livro Um Amor Feliz Wislawa Szymborska, nolivro Um amor feliz, tradução de Regina Przybycien, edição da Companhia das Letras.)

*

«O erotismo é um dos aspectos da vida interior do homem. Nisso nos enganamos porque ele procura constantemente fora um objeto de desejo. Mas este objeto responde à interioridade do desejo. A escolha de um objeto depende sempre dos gostos pessoais do indivíduo: mesmo se ela recai sobre a mulher que a maioria teria escolhido, o que entra em jogo é freqüentemente um aspecto indizível, não uma qualidade objetiva dessa mulher, que talvez não tivesse, se ela não nos tocasse o ser interior, nada que nos forçasse a escolhe-la. Em resumo, mesmo estando de acordo com a maioria, a escolha humana difere da do animal: ela apela para essa mobilidade interior, infinitamente complexa, que é típica do homem. O animal tem ele próprio uma vida subjetiva, mas essa vida, parece, lhe é dada, como acontece com os objetos sem vida, de uma vez por todas. O erotismo do homem difere da sexualidade animal justamente no ponto em que ele põe a vida interior em questão. O erotismo é na consciência do homem aquilo que põe nele o ser em questão. A própria sexualidade animal introduz um desequilíbrio e este desequilíbrio ameaça a vida, mas o animal não o sabe. Nele nada se abre que se assemelhe com uma questão.
Seja como for, se o erotismo é a atividade sexual do homem, o é na medida em que ela difere da dos animais. A atividade sexual dos homens não é necessariamente erótica. Ela o é sempre que não for rudimentar, que não for simplesmente animal..» Bataille, Georges. O erotismo / Georges Bataille; tradução de Antonio Carlos Viana. — Porto Alegre : L&PM, 1987. 260 p

02C1-620

part of the machine, autopsicografia e outras notas aleatórias

2018, dezembro 7, sexta-feira

decidi não mais escrever. como se eu tivesse qualquer certeza. oscilo. talvez a solidão seja tão vasta que se eu não tomar nota por cá, talvez eu me perca neste emaranhado de melancolia e desrazão. estou muito confuso. e oscilo. no trabalho jane repara na minha magreza. sequei nos últimos meses… pedem dicas e segredos… tergiverso… fujo… minha nova compulsão… é apenas efeito colateral da medicação. quando me olho no espelho, lembro que samanta brinca toda vez que me vê nas terças ou quarta-feiras… diz ela que cada vez é maior minha cara de maluco. eu sei… a pele, as olheiras, o cabelo desgrenhado, o aspecto cansado… pois não há vontade de nada… eu apenas saio, quando consigo sair, e meu corpo vai estando… eu oscilo. nessa quinta-feira estive entre a raiva, o desespero e uma vontade de derramar meu pranto por nada, eu não me controlo bem por estes dias. no máximo eu tento dizer coisas com as minhas camisetas, coisas como, «quero que este canto torto feito faca corte a carne de vocês», ou «deixe me ir, preciso andar…» ou ainda, «O poeta é um fingidor. Finge tão completamente. Que chega a fingir que é dor. A dor que deveras sente».

***

registro coisas escritas por estes dias:

exercício pela manhã

pela manhã
os barcos guardam o mar,
as nuvens o sol,
e um cão
os escombros.

30/10/2018 Sambaqui->Vargem Pequena

exercício pela tarde

capturar o movimento da palavra
no mergulho da ave,
na revoada, no bando,
no ninho repleto,
e nos teus olhos abertos
no instante preciso.

há qualquer coisa de pássaro nas palavras
um pena, uma asa,
eu preso(,)
(em) você passarinho.

06/12/2018 Sambaqui->Santo Antônio de Lisboa

***

notas sobre coisas aleatórias destes dias

#1 Bô Jornal -> http://bojornal.pt/

#2 Part of the machine, de Michael Marczewski

 

#3 Roteiro sentimental para o trabalho de campo

«Estejam abertos ao imprevisto, o que Malinowski (1997) chama de o imponderável da vida social, aquilo que escapa ao nosso planejamento, nos faz mudar de rota e acaba sendo revelador. Como na vida, não tentem direcionar demais o curso das águas, deixem a vida nos levar e tentem aproveitar os momentos de incerteza para perguntar aos nativos o que está acontecendo! Dificilmente o antropólogo escapa da pecha de chato, inconveniente ou louco. Chato porque pergunta sobre tudo, como a criança nas idades dos por quês. Inconveniente porque força as pessoas a se questionarem sobre o que é tido como naturalizado. E, louco, justamente, porque parece desconhecer as verdades inquestionáveis.
Não tenham medo do ridículo, espelhem-se no ofício dos palhaços que riem da sua própria miséria e, ao saberem-se ridículos, enfrentando sua vergonha, cumprem seu papel» PIRES, FLÁVIA FERREIRA. Roteiro sentimental para o trabalho de campo. In: cadernos de campo, São Paulo, n. 20, p. 143-148, 2011

tetração

2017, setembro 17, domingo
e no fim… não era nada disso, essas coisas abaixo, mas as escrevi e são algumas linhas. e ao cabo de escrevê-las, se me sinto melhor? não. há um aperto no peito. um desconforto.

nada claro. há um desconforto, mas não sei exatamente como ordená-lo.

#1 estresse com a mãe de minha filha. quarta-feira tem audiência de conciliação. alguns anos atrás entrei com um pedido de inclusão de paternidade. e a figura, toda enrolada, está pensando em não ir na audiência. eu fico pensando… que porra de karma é esse. minha filha é uma das coisas mais importantes que ocorreram na minha vida, a presença dela, me fez sofrer muito, reorganizar planos, reestruturar uma vida, mas me fez crescer muito. sou um cara melhor, sendo pai. mas a mãe dela…

#2 fiz um empréstimo… em folha, mas para um salário de 40 horas. tenho 10. no sábado acordei estressado, tive um pesadelo. que puta sufoco… pelos próximos 5 anos sou obrigado a trabalhar 40 horas, no mínimo. não há segurança para 40h. segurança é tudo que não tenho sendo funcionário público.

#3 na semana passada um maluco na minha aula resolver fechar uma baseado em sala. tive que tirar ele de sala… na sexta-feira, ouvi coisas que não gostei, fiquei mordido. preciso mentalizar coisas positivas para não perder o controle. não sou pago para certas coisas…

#4 bimestre acabando e preciso fechar as notas e digitar tudo no professor online… venho adiando tudo faz quase um mês. não dá para enrolar. tenho que resolver tudo hoje. mas a vontade que tenho é sumir.

#5 minha gata velha, a princesa, que vivia conosco desde 2006, sumiu faz 4 dias. tomara que nada tenha acontecido com ela, mas com a quantidade de cães pela rua, e pelo estado avançado dela… e pela demora em retornar… ela ia longe, mas sempre voltava toda noite. tenho medo que coisa ruim tenha acontecido com ela.

#6 vou começar a reforma na casa… finalizar a casa… certa ansiedade.

#7 meu dente tem me incomodado por estes dias.

#8 minha barriga está enorme. me pesei quinta-feira passada e estava com 108,800 kg. preciso perder 18 quilos.

#9 minha unha ainda está encravada. preciso marcar podólogo.

#10 preciso marcar médico, dentista… perdi o prazo do concurso. andei com uma vontade danada de chorar. apenas comi. e ai… tudo para dar certo e eu perdido em mim mesmo.

ps.: hoje izabel faz 13 anos. há 7 anos temos convido diariamente – é bonito ver nela alguns detalhes meus, é bonito tê-la como amiga. e já não me incomoda ver nela detalhes da mãe dela – mas se eu pudesse não precisar entrar em contato com a mãe dela, seria

bem mais saudável para todo mundo. nessa próxima semana saberemos quanto tempo demorará para eu poder formalmente e legalmente chamá-la de filha.

Infinite_power_tower.svg

ps2:  «Em matemática, Tetração (também conhecida como hiper-4) é uma exponencial iterada»… uma torre de potência infinita…

ps3.: preciso ouvir mais músicas. preciso ver os filmes:

Uma Mulher Fantástica. Direção: Sebastián Lelio
Seven Up! Direção: Michael Apted, Paul Almond 

equação5marcelozocchio

ps4: eu fui buscar o gráfico/equação e me deparei com isto: Equação#5″, 2017. instalação de Marcelo Zocchio. Somente o Necessário. 2 SET 2017 – 26 NOV 2017 MAC USP Entrada Gratuita