Archive for the 'Música' Category

prepárame la cena

[qui] 27 de setembro de 2018

Prepárame La Cena // Composição: Eduardo Cabra e René Pérez // Artista: Calle 13 / Álbum: Entren Los Que Quieran // no soy un número, ni parte de una cifra / aunque se paga por igual la misma tarifa / todos caminamos con la misma camisa / sin prisa, para mirar donde se pisa / no vale el tiempo pero valen las memorias / no se cuentan los segundos, se cuentan historias / la paciencia es lo que se cosecha / mi calendario no tiene fecha / no estoy solo, ando con mis cinco sentidos / acá el silencio se convierte en sonido / todo lo malo que soñé, lo toqué // pero esta tan oscuro que el miedo no se ve / yo me huelo lo que siento por eso presiento / que dentro del circuito me queda poco tiempo / en el próximo tren yo me monto / prepárame la cena que regreso pronto (5x) / yo miro para afuera y miro para adentro / la reclusión es mi punto de encuentro / me ubican dentro de lo marginal / pero en algún momento todos nos portamos mal / y quien determina lo bueno y lo malo / lo poco saludable y lo sano / de lo crudo a lo cocido hay una larga diferencia / y cocinar termino medio no es ninguna ciencia / en esta vida me castigaste / me robaste el tiempo, me recagaste / mi culpabilidad es como una pecera vacía / como juzgar al sol por salir de día / si mis tristezas te causan alegrías / es por que tus reglas son distintas a las mías / creo en todo lo que veo / y aunque soy ateo, rezo pa? que nunca me pase algo feo / para soñar con mi partida y con tu llegada / no me hace falta un matre con almohada / yo soy libre por que desde aquí yo vuelo / solo toca despegarse del suelo // prepárame la cena que regreso pronto (4x) //
***
quinta foi a exaustão.
revisão – reposição – prova (manhã, tarde e noite na escola)
***

plástico

[dom] 23 de setembro de 2018

Plástico

Já é hora de voltar à internet, puxe os cabos.
#precisamosdespertar.
Se não WWW vamos destruir o espaço, saia da frente da tela.
Toneladas de materiais registrados como peças de refugo
chegam em Gana, África Hi-tec de resíduos.
As calotas de glitter e de sucata não afetam em nada o ecossistema, só o ego sistema dos nossos fotógrafos.
O novo ébano vem com tétano, a realidade ainda vai explodir
Em um breakout o tsunami de glith
A máquina versus homem
Já estamos testando uber sem motorista
Aumenta a procura por comida 3D
Manifestantes segurando suas placas de led
Com escritos do tipo, o Facebook é um lixo radioativo
Como a Samsung vem dizimando os coreanos com fabricação de seus aparelhos, oitocentos bitcoins por ano
É a era do plástico
Empreiteiras com propostas de construções feitas de poliestileno, perfeitas ao padrão da Vênus de Milo
Anúncios e outdoors, diversos sorrisos, ali eu não encontro um rosto chileno.
É carnaval no Brasil, e tome mais glitter no corpo, esta tudo indo pro esgoto parando dentro do estômago de um peixe contaminado por estanho
E isso e só um asterisco em uma extensa grade de assuntos que me deixam muito esquisito
E eu não sei se você também fica estranho com a grande quantidade de agua potável que se gasta com descarga e banho.
Não deixem proibir o plantio de árvores em casa
Você pode produzir o seu próprio oxigênio
O futuro é lindo com um pássaro sem asas,
O nosso futuro será lindo como um arco-íris que se forma na poça de uma água suja de óleo
O futuro é um jovem maníaco viciado em videogames
O futuro já foi e continua sendo,
O futuro é uma criança com medo de nós
O futuro é uma criança com medo de nós

Estamos sendo diagnosticados com déficit de atenção e hiperatividade, por não conseguir dormir a noite após a refeição de arroz, feijão e Coca-Cola.
As crianças e as abelhas estão viciadas em refrigerantes,
Deem meu lugar a uma gestante, ali ela carrega a esperança de um mundo melhor.

Composição: Edgar

immigrant song

[sáb] 28 de julho de 2018
immigrant song // ah-ah, ah! / ah-ah, ah! / we come from the land of the ice and snow / from the midnight sun, where the hot springs flow / the hammer of the gods / w’ell drive our ships to new lands / to fight the horde, and sing and cry / valhalla, i am coming! / on we sweep with threshing oar / our only goal will be the western shore // ah-ah, ah! / ah-ah, ah! / we come from the land of the ice and snow / from the midnight sun where the hot springs flow / how soft your fields so green / can whisper tales of gore / of how we calmed the tides of war / we are your overlords / on we sweep with threshing oar / our only goal will be the western shore / so now you’d better stop and rebuild all your ruins / for peace and trust can win the day despite of all your losing / ooh-ooh, ooh-ooh, ooh-ooh / ooh-ooh, ooh-ooh, ooh-ooh / ooh-ooh, ooh-ooh, ooh-ooh / ooh-ooh, ooh-ooh, ooh-ooh / ooh-ooh, ooh-ooh, ooh-ooh // compositores: jimmy page e robert plant
***
é… o retorno para o 2018/2 ficou para amanhã.
%d blogueiros gostam disto: