Archive for the 'Música' Category

alienista… o que é a loucura?

2019, abril 9, terça-feira

dormi só duas horas e pouco (das 2h30 até as 5h00). tomei banho gelado… e café quente e amargo quando cheguei na escola, café que eu mesmo fiz quando estava em casa, … levei um punhado de livros, com várias notas… e no final da manhã eu estava quase um zumbi. voltei pra casa… pra dormir. e ouvir o terno.

e das tantas leituras do dia:

Ah! Meu caro Machado… O que é a loucura? Esses que estão no poder…

Volta do eletrochoque para tratamentos de saúde mental e de drogas divide opiniões em SC

Associação Catarinense de Psiquiatria é favorável à convulsoterapia em casos mais graves, mas críticos ao modelo proposto pelo Ministério da Saúde entendem como retrocesso e temem retorno dos antigos manicômios

Por Ângela Bastos

notas das aulas de hoje:

[citar aqui todos os livros e trechos abordados na aula de hoje: Tecnologia, guerra e fascismo – Coletânea de artigos de Herbert Marcuse. Douglas Kellner (Org.); Poder e contrapoder na América Latina, Florestan Fernandes; O que é revolução, Florestan Fernandes; Apontamentos Sobre a Teoria do Autoritarismo, de Florestan Fernandes; O Projeto Brasil: Nunca Mais desenvolvido por Dom Paulo Evaristo Arns; En los sótanos de los generales, 2008 – Los documentos ocultos del Operativo Cóndor, Alfredo Boccia Paz, Miguel H. López, Antonio V. Pecci e Glória Giménez Guanes; Memórias do esquecimento: Os Segredos dos Porões da Ditadura, Flávio Tavares]

tinnitus…

2019, abril 6, sábado

05:44 é cedo. vento sul. 20 nós. bebo o mate da manhã, enquanto a gata me olha estática aguardando algo, a ração diária… e um zumbido toma conta da minha cabeça.

acordei, era 04:00. e a primeira leitura foi… uma releitura… mas isto só me faz lembrar que preciso estudar mais… muito mais.

«Para que a revolução de um povo e a emancipação de uma classe particular da sociedade civil coincidam, para que um estamento se afirme como um estamento de toda a sociedade, é necessário que, inversamente, todos os defeitos da sociedade sejam concentrados numa outra classe…» Trecho tirado do texto Crítica da Filosofia do Direito de Hegel, página 160.

07:21 é hora de sair… ir ao trabalho…

mas antes colo duas coisas interessantes lidas pela manhã: monkey see, monkey do

e se pássaros deixassem pegadas no céu, elas seriam assim…

***

19:05 essa música é linda, esse cara é lindo… essa interpretação é fodástica.

Ney Matogrosso – Nada Por Mim

e eu agora tentando lembrar a música que ouvi pela manhã, enquanto ia para o trampo… e pensei… preciso anotar isto… mas isto… isto era antes de pegar no sono no busão. então bora dar um reverso no setlist… cartola, caetano, criolo, drexler, gil… achei… Música de Gilberto Gil. No Piano: Antonio Adolfo. Faixa extraída do Songbook de Gilberto Gil – 1992 – Lumiar Discos.

Ângela Rô Rô – Deixar Você

Deixar você ir / Não vai ser bom / Não vai ser bom pra você / Nem melhor pra mim / Pensar que é só deixar de ver é acabou / Vai acabar muito pior / Pra que mentir e fingir que o horizonte termina ali defronte / E a ponte acaba aqui? / Vamos seguir / Reinventar o espaço / Juntos manter o passo / Não ter cansaço / Não crer no fim / O fim do amor / Oh, não / Alguma dor / Talvez sim / Que a luz nasce na escuridão…

Gilberto Gil – Deixar Você

UMBANDAUM 1982 GILBERTO GIL

***

e as vezes viver é bonito… as vezes viver dói… as vezes viver me deixa assim, meio angústiado. pensando… será que estou fazendo a coisa certa? e porque me sinto tão trancado, tão duro… tão quadrado – é tão bonito ver a liberdade no outro e quando ela brota dentro de você… que a minha maior dor é sentir-me nessa desembestada insistência em escapar [por sentir-me inadequado, impróprio, não-válido] quando [se eu pudesse] o que mais quereria era dar-me por inteiro.

Maria Bethânia – Quem Me Leva os Meus Fantasmas

letra de Pedro Abrunhosa

De que serve ter o mapa se o fim está traçado
De que serve a terra à vista se o barco está parado
De que serve ter a chave se a porta está aberta
De que servem as palavras se a casa está deserta

Aquele era o tempo em que as mãos se fechavam
E nas noites brilhantes as palavras voavam
E eu via que o céu me nascia dos dedos
E a Ursa Maior eram ferros acessos
Marinheiros perdidos em portos distantes
Em bares escondidos em sonhos gigantes
E a cidade vazia da cor do asfalto
E alguém me pedia que cantasse mais alto

Quem me leva os meus fantasmas
Quem me salva desta espada
Quem me diz onde é a estrada
Quem me leva os meus fantasmas
Quem me leva os meus fantasmas
Quem me salva desta espada
E me diz onde é a estrada

Aquele era o tempo em que as sombras se abriam
Em que homens negavam o que outros erguiam
Eu bebia da vida em goles pequenos
Tropeçava no riso abraçava de menos
De costas voltadas não se vê o futuro
Nem o rumo da bala nem a falha no muro
E alguém me gritava com voz de profeta
Que o caminho se faz entre o alvo e a seta

tokyo police club… e os girassois de van gogh

2019, março 24, domingo
TOKIO POLICE CLUB.png
Música: Ready To Win 
Banda: TPC / Tokio Police Club
Direção do clipe: Director & Animator: Anne Douris
I fucked up today, I fucked up before
I fucked up so much I can’t keep track anymore
I fucked up on girls, I fucked up this song
I fucked up on my sister, my dad, and my mom
I fucked up on everyone, I fucked up on me
I fucked up with money, and man, nothing is free
I fucked up on Letterman, I fucked up on stage
I fucked up on time and I fucked up too late
But now, I am ready to win
I stand on a river, I stand on a stage
Hoping for glory, or maybe today
‘Cause it’s all a mistake, and a beautiful mess
Like your next door neighbor when you saw him undress
And I’ll do it forever, do nothing but fail
A student of error who can only prevail
‘Cause learning is trying and trying is hard
When it feels like falling’s going to tear you apart
But now, I am ready to win
Yeah, now, I am ready
So turn on the house lights, turn to your left
Shake hands with someone that you’ll probably forget
And tell them they’re great, tell them they’re splendid
No matter how all of their fuck-ups have ended
Tell them they’re free from whatever happened
From all of the haters who need someone to slap them
Just go and fuck up, fuck up fucking up
Nothing but fucking up, never e-fucking-nough
And then you’ll be strong, and then you’ll be fearless
‘Cause you’ve done it all, and your tear ducts are tearless
Then you’ll remember, there’s a fire in your heart
And a dream in your head, and permission to start
And from out of the silence you will hear your voice
Like a big fucking siren and you won’t have a choice
And you will stand up, throw caution to the wind
And you will scream out that you are ready to win
Are you ready?
Ready to win
‘Cause everyone’s weak and everyone’s drunk
And everyone’s smart but usually wrong
And Rome wasn’t built on a fucking cliché
And I love you all in the best fucking way
Fuck up like a pro, fuck up like a saint
Fuck up for the terrified people in wait
Because the good things are hard and the hard things are good
You know I’d fuck up for you if I could
But now, you are ready to win
And now, you are ready to win
And now, I am ready
Compositores: David Monks / Graham Wright / Josh Hook / Greg Alsop
***
que me fez lembrar, com saudade desse tempo em que éramos

Girassóis de Van Gogh

Te engravido toda noite / Só para ver o sol nascer / Só para ver o sol nascer / Não quero mais dormir do seu lado / Prefiro ficar acordado / Guardando seu rosto pra lembrar de você / Lembrar de você, lembrar de você / Cê tem uma cara de quem vai fuder minha vida / O seu olhar é um caminho sem saída / O seu corpo é um caminho sem saída / Então só entro / Então só entro / Na rua ouvindo ASAP Rocky / Pelados no bairro como se fosse Woodstock / Outro bar outro porre / Somos livres como girassois de Van Gogh / Gira, gira, girassois de Van Gogh / Composição: Baco Exu do Blues

e dessa cover que vi hoje:

girassóis de van gogh – baco exu do blues || cover por mariana froes